Home

MISSÃO FRANÇA THÉÂTRE DU GYMNASE

Théâtre du Gymnase

O Théâtre du Gymnase abriu suas portas em 1820 por Delestre-Poirson com o objetivo de servir como um local de treinamento para os alunos do Conservatório de Artes de Paris. Em 1823 foi instalada a iluminação a gás e em 1830, após a Revolução de Julho, continuou suas atividades com o nome de Gymnase Dramatique.

Em 1844, Montigny assumiu a gestão do teatro e para atrair um público mais amplo, gradualmente abandonou o repertório na época considerado “moral” para promover os estilos mais populares como o sentimental e o burlesco com dramaturgos conhecidos como Balzac, Émile Augier, George Sand, Edmond About, Victorien Sardou, Feuillet Octave, Meilhac e Halévy, e Alexandre Dumaspai.

Em 1926, o dramaturgo Henry Bernstein assume a direção e para este teatro criou a maioria de suas obras. Entre as mais famosas estão Sansão e  o Salão dos Espelhos.

Em 1939, o Ginásio acolhe muitas obras de Marcel Pagnol, Jean Cocteau, Marc-Gilbert Sauvajon, Sacha Guitry, Marceau Félicien e Jean Genet.

 

220px-Théâtre_du_Gymnase_-_Flickr_4121248541_2071b04b02_o[1] - Cópia

 

Em 1962, a atriz francesa Marie Bell assume a direção do teatro e após sua morte em 15 de agosto de 1985, para sua homenagem o teatro passa a ser conhecido como Théâtre du Gymnase Marie Bell.  Atualmente o teatrao é adminsitrado por Jacques Bertin.

O teatro possui oito salas e dentre elas o “Le Grand Gymnase”

Aqui neste lindo auditório dancei a convite do meu amigo e músico Gustavo Falleiro. Resolvi listar essa participação como “Dança na Mochila” pelo significado que a estrutura de um teatro – como espaço de produção de arte – representa para a história da dança na França e consequentemente em todo o mundo.

Fazendo um “parêntese”, é pertinente lembrar que a dança na forma do balé foi levada da Itália para a França no fim do século XVI por Catarina de Médicis. Em 1661 Luiz XIV fundou a Academia Real de Dança e no final do Século XVIII coreógrafos como Jean-Georges Noverre haviam se tornado mais importantes que os músicos, os poetas e os próprios bailarinos das companhias de dança. No começo do século XIX balés românticos como Giselle e Les Sylphides tinham mais público que as óperas. Durante 10 anos a partir de 1945 houve uma avalanche de inovação nos balés. Maurice Béjard, por exemplo, como parte dessa inovação coreografou em 1959 Le Sacre du Printemps, música de Igor Stravinsky (1913) considerada uma dança tão provocadora como as versões coreografadas por Vaslav Nijinsk (1913) e Pina Bausch (1980).  Atualmente a dança francesa traz nomes como Angelin Preljocaj que também coreografou Le Sacre du Printemps têm dado continuidade à efervescência artística vanguardista tradição de uma Paris que continua viva e dinâmica.

Era um domingo de manhã e embalada pela música “Tom Nom” de Paul Baloche, ministrada por Gustavo Faleiro nos Teclados (clavier); Laura Llorens no Violão (guitare acoustique) e Noelle Heber no Violino e Violon, levantamos mais um altar. Na ocasião além do tecido vermelho também usei uma bandeira vermelha estimulada pela afinação da luz e pelo espaço do palco. Busquei interagir com os músicos enquanto me movia e ocupava todo espaço possível para a dança.

 

S0680339

 

Foi sobrenatural!

 

 

A filmagem foi feita pela Dalila Falleiro, esposa do Gustavo.

Em andanças…

Isabel Coimbra

 

Anúncios

Um pensamento em “Théâtre du Gymnase

  1. É muito lindo ver como o nosso Deus é grandioso e que para ele nada é impossível,mas somos nós mesmos que muitas das vezes limitamos o seu agir.É de arrepiar ver como você é totalmente inspirada e guiada pelo espírito santo,e prova viva de que para viver o propósito dele não tem idade,lugar,distância que impeça as suas obras.Que o Senhor continue te capacitando e fortalecendo cada dia mais!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s