Home

GRAND TRIANON

S0725237

Le Grand Trianon ou Trianon de Marbre é um palácio construído em 1670 por Luis XIV que lhe permitisse refugiar-se da Corte nas proximidades de Versailles na França, consagrando a principio este domínio aos seus amores com a madame de Montespan.

Antes da construção do Grand Trianon, existiu no mesmo local um outro edifício conhecido por “Trianon de Porcelaine” (Trianon de Porcelana) que por ser muito frágil não resistiu às intempéries, acabando por ser destruído em 1687.

A construção de um novo Trianon foi concluída em 1688 e inaugurado por Luis XIV com sua nova amante,  a Madame de Maintenon.

Os lambris dos salões acolheram numerosos príncipes da Casa Real, como por exemplo: o delfim de Luis XIV, os Duques de Berry, o Duque de Chartres, a Duquesa de Bourbon e a Madame de Palatine.

Durante o reinado de Luiz XV,  sua rainha, Maria Leszczynska residiu no Grand Trianon embora o rei tenha se desinteressado totalmente do lugar.

Com a Revolução Francesa, o palácio é fortemente abalado. Somente com o Primeiro Império e por Napoleão o palácio recuperou importância. Em 1805 Napoleão ordena a restauração do palácio e entre 1809 de 1810, o palácio foi remobiliado. O Imperador fez numerosos serões no Grand Trianon e foi ali que este celebrou o seu casamento com a Imperatriz Marie-Louise.

princesscharlotteweddin

Durante o reinado de Luiz XVIII nenhuma mudança fora feita ao palácio, somente os símbolos imperiais de Napoleão são retirados. O Grand Trianon serve atualmente de cenário para recepções oficiais da República e a ala do Trianon-sous-Bois de alojamento de funções para os convidados presidenciais e é classificado como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO desde 1979.

O lugar é lindíssimo! Uma arquitetura ímpar, cercado de lindas escadarias, muito verde e com uma vista maravilhosa para um dos braços do grande espelho d”água que vem do Grande Palácio de Versailles.

S0685231

Nas escadarias que interligam o Palácio ao bosque e ao espelho d’água eu senti o impulso para a dança.

Era uma tarde de domingo. O dia estava frio apesar de ensolarado. Ao descer as escadas e vislumbrar a linda paisagem foi inevitável: dancei subindo e descendo a escadaria como se fosse possível um vôo até o espelho d’agua! Sobrenatural.

Iara minha filha fez a filmagem. A trilha sonora mais uma vez foi governada pelo ruído do vento.

Em andanças..

Isabel Coimbra

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s